“A Câmara Municipal de Cuiabá recebe mais de 1 mil pessoas por semana, não faz sentido mantermos as sessões virtuais”, dispara vereador T. Coronel Paccola.

Com uma única sessão virtual semanal, Presidente da CMC quer manter sessões virtuais.

Indignado com a conduta estabelecida pelo Presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, em manter as sessões virtuais uma vez por semana, vereador T. Coronel Paccola que teve oportunidade de fala durante o grande expediente, após 2h do início da sessão desta quinta-feira, 11, mencionou que não há como exigir que cada cidadão cumpra as normas e as leis, se a própria Casa de Leis não cumpre o Regimento Interno.

De acordo com o documento, Artigo 124: ‘O grande expediente terá duração de 1h, podendo ser prorrogável, com tema livre, podendo ter até 10 vereadores inscritos, com seis minutos para cada, com direito a conceder parte de seu tempo’. No entanto, alguns vereadores tiveram seu direito de fala cerceados e reduzidos com a justificativa de que o horário diminuto está em conformidade com o decreto municipal emitido pela prefeitura de Cuiabá. (Decreto nº 8.321, de 29 de janeiro de 2.021), que para o vereador não faz sentido, porque o vírus não é transmitido de forma virtual.

“Vale destacar ainda que este modelo de sessão fere o direito de parlar, objetivo pelo qual devemos participar e ter o direito de fala garantido no parlamento, discutindo ações e melhorias para nossa cidade”, aponta Paccola.

O vereador mencionou ainda que protelar o estado de calamidade não condiz com os dados informados pela Secretaria Municipal de Saúde. “Não vejo motivo para que não seja realizada as duas sessões virtuais durante a semana. Precisamos moralizar nossos atos, e volto a afirmar, a contaminação não ocorre de maneira virtual. Caso mantenham as sessões reduzidas, sugiro reduzir o salário e as Verbas Indenizatórias do mesmo modo em que as sessões são realizadas”, disse o vereador.

Outras Pautas:

Paccola citou durante seus minutos de fala que aguarda um posicionamento da Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb) sob a direção do Secretário Varderlúcio Rodrigues, acerca da construção da praça Santa Inês no Residencial Planalto I, II, III e IV em Cuiabá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?