fbpx
 CPI DOS MEDICAMENTOS APRESENTA RELATÓRIO NA CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ

Na apresentação, o grupo irá relatar as causas encontradas para o montante de medicamentos vencidos encontrados no CDMIC.

O Vereador por Cuiabá, T. Coronel Paccola, informou que o relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito instaurado no dia 10 de maio deste ano, que investiga o estoque de remédios vencidos encontrados no Centro de Distribuição de Medicamentos e insumos da Capital, será apresentado no plenário da Câmara Municipal de Cuiabá na tarde desta sexta-feira (03) com horário previsto para iniciar 14h. A transmissão da apresentação será realizada pelo site e pelas redes sociais da Casa de Leis, como também liberado acesso ao público para que assistam da galeria do Plenário principal.

Quem preside a CPI é o vereador Lilo Pinheiro, com relatoria do vereador Marcus Brito Júnior, sendo Paccola, membro desta Comissão. “Foi um período de muito trabalho e aprendizado, visto o montante de documentos que recebemos da Secretaria de Saúde. Contamos com a colaboração das equipes dos gabinetes e acredito que cumprimos nossa missão e esperamos que todos os apontamentos sejam atendidos e ponderados pelos Órgãos responsáveis para cessar os desperdícios de recursos e de suprimentos. Quem quiser acompanhar do gabinete zero um, estaremos de portas abertas”, finaliza o vereador.

O documento será lido e votado em reunião ordinária da CPI. Após a apreciação pelos membros da Comissão, o relatório será protocolado junto a Mesa Diretora, que remeterá o documento ao crivo do plenário. No âmbito das investigações foram ouvidas oito pessoas, consideradas peças-chaves no processo: a ex-secretária de Saúde Elizeth Lúcia de Araújo, o servidor público Renault Tedesco de Carvalho, o representante legal da Norge Pharma Patric Pablo Lelis Silva, o ex-coordenador de Licitações da Secretaria de Saúde Valdir Pereira Silva, o ex-diretor financeiro da Secretaria de Saúde Oseas Machado, o gerente de contratos de aditivos da Secretaria de Saúde Taise Moreira de Almeida, o gerente de operações da Norge Pharma Gustavo Henrique Matos, e o coordenador do Centro de Distribuição de Medicamentos e Insumos de Cuiabá (CDMIC) Igor Miranda. Foram analisados mais de 20 volumes de documentos encaminhados por diversos órgãos e também pelas empresas contratadas pelo município, totalizando mais de 5 mil páginas. Em paralelo, foi feito o cruzamento de dados entre notas de empenho, notas de pagamento, entrada e saída de medicamentos e demandas das unidades de saúde.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?