fbpx
 Equipe do Vereador T. Coronel Paccola visita Centro de Sustentabilidade junto a COOREPAM

As Cooperativas de reciclagem atuam de forma fundamental pela segurança da coletividade social, atual e futura através de seus agentes ambientais.

A sustentabilidade busca o equilíbrio da disponibilidade dos recursos naturais e sua exploração por parte da sociedade, ou seja, recicla uma fração do que a maioria da população considera lixo. Além de se preocupar com a qualidade de vida, as Cooperativas são um modelo de desenvolvimento sustentável, que transforma a disponibilidade de materiais recicláveis em fonte de renda, além da inclusão social de seus cooperados.

Em visita ao Centro de Sustentabilidade do Sebrae, a COOREPAM – Cooperativa Alternativa de Catadores, Reciclagem e Preservação do Meio Ambiente de Mato Grosso que atua há 15 anos em Cuiabá, com cerca de 26 colaboradores, visualizou outras oportunidades de renda que podem ser desenvolvidas pelos agentes ambientais. A oportunidade reforça as bandeiras idealizadas pela gestão do vereador de empreendedorismo e educação financeira.

“Sempre busquei a oportunidade de conhecer o Centro de Sustentabilidade do Sebrae, mas hoje realizei um sonho. Nossos cooperados não fazem ideia dos infinitos campos em que podemos atuar. Eu me apaixonei pela sustentabilidade, pela reciclagem desde o momento que entendi a tamanha necessidade de tornar a reciclagem um estilo de vida para que as futuras e presentes gerações possam desfrutar do mínimo necessário de tudo que o meio ambiente nos proporciona. Precisamos mais do que nunca praticar a sustentabilidade para correr contra a destruição ambiental que ocorreu e que ainda ocorre em nível mundial”, diz a Presidente da COOREPAM Fátima Ferreira.

O Centro de Sustentabilidade do SEBRAE tem o propósito de inspirar e protagonizar as dimensões da sustentabilidade nos pequenos negócios. “Lá obtemos a aprendizagem a respeito de tudo que a natureza nos proporciona e a reciclagem de materiais que podem ser reaproveitados. O centro é referência e possui o título de prédio mais sustentável da América latina, no nível Excellent (Excelente) com a certificação Breeam In Use, essa certificação tem o princípio de ajudar os proprietários e administradores de edifícios a reduzir custos de funcionamento e aprimorar o desempenho ambiental através da utilização de recursos naturais”, esclarece a jovem aprendiz do gabinete do vereador T. Coronel Paccola, Aline Borges.

Uma estrutura magnífica foi desenvolvida no auditório interativo de diálogo protagonizado pelo Coordenador de Negócios Sustentáveis do SEBRAE, Elton Ribeiro. “Atuo no Sebrae há 24 anos, pra mim é uma satisfação receber os membros do gabinete e a Presidente da Cooperativa para falar sobre a importância dos nossos projetos e todas as possibilidades que podem ser geradas através de tudo que ensinamos. A ideia é que a informação recebida seja repassada aos demais representantes formando uma corrente de conhecimento, incorporando a sustentabilidade, seja em casa ou na empresa para que seja cumprido o nosso propósito, para que as pessoas empreendem e que seus pequenos negócios tenham vínculos mais fortes e se tornam agentes da mudança”, esclarece o Coordenador.

Paccola tem como uma de suas bandeiras o empreendedorismo como precursor da independência financeira possibilitada de diversas formas e dimensões pela sustentabilidade, como também a redução dos impactos ambientais.

A unidade está disponível para visitas através de agendamento. pelo Tel: (65)3648-5276 – www.sustentabilidade.sebrae.com.br

www.mt.sebrae.com.br

 

Leia também: Funcionários de cooperativa de recicláveis acham e devolvem R$ 28 mil em Mato Grosso

Funcionário da Cooperativa COOREPAM do Bairro Pedra 90, em Cuiabá (MT), acharam mais de R$ 28 mil durante uma coleta de recicláveis em uma agência bancária e devolveram o dinheiro.

O funcionário Osvaldo de Souza foi o primeiro a encontrar um dos pacotes de dinheiro, que somava R$ 1,9 mil. Depois, acompanhado de outra colaboradora, Osvaldo continuou o trabalho de trituração, só que, dessa vez, na esperança de encontrar mais envelopes.

Dito e feito: eles encontraram mais alguns envelopes perdidos e somaram R$ 28.836 mil em cédulas. Confusos com o que deveriam fazer com o dinheiro, os funcionários da cooperativa de recicláveis se juntaram e tiveram a melhor decisão: devolver.

O grupo entrou em contato com a polícia para solucionar o caso e devolver o dinheiro ao responsável. Bela atitude, pessoal! 👏

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?