fbpx
 Paccola indica mais de R$500 mil reais para saúde de Cuiabá através das emendas impositivas

O Projeto de Emenda à Lei Orgânica do Município deve ser pago pelo chefe do executivo ainda em 2022.

Emenda impositiva é um mecanismo constitucional que garante aos vereadores indicar projetos individuais ou coletivos ao prefeito para execução no Projeto de Lei Orçamentária Anual – LOA, que estabelece as despesas e as receitas que serão realizadas no próximo ano. Nesta Lei está contido o planejamento de gastos, sejam obras ou serviços, levando em conta os recursos disponíveis pelo executivo.

“Nossa missão no parlamento é contribuir de maneira positiva com a sociedade cuiabana. Nossas referências para estas indicações são de pessoas que estão atentas às maiores queixas sociais, que estão ligadas à saúde, o que nos motivou a fazer esta indicação das emendas para as instituições que prestam atendimentos na especialidade. Sabemos que este orçamento não irá suprir as principais necessidades destes locais, mas será uma gota, neste mar de necessidades”, comenta o vereador.  

O parlamentar também indicou recursos para o Rotary Club e para a Secretaria Municipal de Ordem Pública, foram apontados R$50 mil reais e R$80 mil reais respectivamente. Para o Hospital Geral Universitário e Hospital Santa Helena, Paccola direcionou o montante de R$250 mil reais para cada, para o Instituto dos Cegos e IPDU (Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano) foram R$50 mil reais para cada, R$150 mil reais para o Instituto Lions da Visão e R$120 mil reais para Sociedade Hípica Cuiabana, totalizando R$1 milhão de reais destinados por cada parlamentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?